Europeus estão satisfeitos com rascunho final da OMC

A maioria dos países da União Européia (UE) aceitou o rascunho do acordo proposto pela Organização Mundial do Comércio (OMC) para o comércio global, de acordo com o ministro da Economia alemão Wolfgang Clement. "Até o momento trata-se de uma rodada agrícola, mas é preciso manter a porta aberta para as conversas sobre as áreas industriais, de serviços, que facilitarão negócios", disse.Os delegados, que participaram da reunião da OMC em Genebra desde ontem, saudaram o que eles chamaram do maior corte de subsídios e a moderada redução de pagamentos para os produtores dos Estados Unidos. Eles consideram que também houve progressos na discussão dos cortes de tarifas sobre o produtos manufaturados.Já os representantes dos países africanos seguiram reunidos com o representante para o comércio dos EUA, Robert Zoellick, para discutir o comércio global de algodão. Um representante dos EUA afirmou que os representantes desses países chegaram a um acordo quanto aos subsídios que os produtores norte-americanos recebem, mas não foram divulgados detalhes.Os representantes do grupo dos 10 países chamados de importadores agrícolas, incluindo Japão e Suíça, levantaram objeções aos itens sobre agricultura do rascunho. Eles pedem regras especiais, como manutenção de tarifas a produtos "sensíveis", para evitar a devastação de sua agroindústria. A decisão sobre o rascunho deve sair neste sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.