coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Eurozona tem déficit de 2 bilhões de euros em abril

A zona do euro registrou em abril um déficit comercial de 2 bilhões de euros, contra o superávit de 1,6 bilhão registrado do mesmo mês do ano passado, segundo as primeiras estimativas publicadas nesta segunda-feira pelo Escritório de Estatística da União Européia (Eurostat). Em abril, corrigidas as variações sazonais, as exportações aumentaram 1,6% em relação a março, enquanto as importações cresceram 2%.Quanto ao comércio exterior do conjunto da UE, em abril foi registrado um déficit de 14,8 bilhões de euros, frente aos 9,3 bilhões do mesmo mês de 2005. As exportações, corrigidas as variações sazonais (específicas de determinadas épocas do ano), caíram 0,4% em relação a março, enquanto as importações diminuíram 0,3%.As trocas comerciais da UE com seus principais parceiros se orientaram em alta no primeiro trimestre do ano. As maiores variações ocorreram nas exportações para China (29%), Rússia e Turquia (27% cada um) e Canadá (24%). Já as importações que mais aumentaram foram as procedentes de Rússia, em 47%; Noruega, em 41%; China, em 28%; Índia, em 27%; Canadá, em 25%; e Coréia do Sul, em 24%.Estados membros Quanto ao comércio total dos Estados membros, o maior excedente entre janeiro e março deste ano correspondeu à Alemanha, com 38,9 bilhões de euros; Holanda, com 9,6 bilhões de euros; Irlanda, com 7,5 bilhões de euros; e Suécia, com 5 bilhões de euros.Os maiores déficit comerciais foram registrados em Reino Unido (23,9 bilhões de euros), Espanha (21,1 bilhões), Itália (9,1 bilhões de euros), França (8,6 bilhões) e Grécia (8,2 bilhões).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.