Ex-CEO da Porsche é investigado

Promotores de Stuttgart, na Alemanha, estão investigando uma suposta manipulação das ações da Volkswagen. A investigação é dirigida principalmente contra Wendelin Wiedeking, ex-CEO da Porsche. Sob seu comando, a empresa fez, no ano passado, uma fracassada tentativa de controlar a VW. Na época, as ações da Volkswagen dispararam na bolsa de Frankfurt e houve comentários de que a Porsche, como acionista da Volkswagen, foi a grande beneficiária da corrida aos papéis da rival.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.