Ex-chefe da Enron não depõe

O ex-chefe financeiro da Enron Corp. Andrew Fastow e outros envolvidos no colapso financeiro da companhia invocaram a 5ª emenda e se recusaram a depor diante do Comitê de Energia e Comércio da Câmara, que está investigando o caso. A 5ª emenda da Constituição dos EUA garante o direito do cidadão de não fazer qualquer declaração que o incrimine.O presidente do Comitê, o republicano James Greenwood, pediu as testemunhas que explicassem suas ações, que, no caso de Fastow e do ex-diretor-gerente de finança global da Enron Michael Kopper, disse que envolvia "auto-enriquecimento". Fastow, Kopper, o chefe da contabilidade da Enron Richard Causey e o chefe de risco da Enron Richard Buy declinaram em responder as perguntas de Greenwood e disseram que não responderiam nenhuma das perguntas seguintes. As testemunhas foram dispensadas, mas estão sujeitas a novas convocações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.