carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Ex-diretor da Petrobras critica nova estatal para o pré-sal

Para Ildo Sauer, idéia de tirar administração de reservas da empresa é 'vilania que não pode prosperar'

Agência Brasil ,

17 de agosto de 2008 | 18h18

O professor titular da Universidade de São Paulo e ex-diretor da Petrobras Ildo Luís Sauer é contra a proposta do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, de criar uma estatal específica para administrar a exploração de petróleo na camada pré-sal, onde ocorreram as maiores descobertas recentes de petróleo. Veja também:Entenda as discussões sobre as mudanças na Lei do Petróleo País pode ter o terceiro maior campo de petróleo do mundoA maior jazida de petróleo do País "A proposta que o governo tem veiculado até agora tem pouquíssima chance de funcionar. A idéia de vilipendiar a Petrobras, dizer que a Petrobras, que tudo isso permitiu, não é mais do povo brasileiro, que é preciso criar outra empresa, isso é uma vilania que não pode prosperar", disse à TV Brasil. Para o professor, a criação de uma nova estatal neste momento não seria eficiente. "No regime jurídico atual, não é necessário e é perigoso criar uma empresa. Porque nenhuma empresa criada às pressas terá condições de cumprir a tarefa de coordenar a produção desta riqueza em escala e ritmo adequado". O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse no último dia 25 que a proposta de criação de uma estatal específica para administrar o pré-sal não é definitiva. "Eu não desejo que aquilo que eu propus seja uma imposição. Não é. É apenas um ponto de partida". Lobão disse que existem outras sugestões, inclusive apresentadas pelo presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli. E acrescentou que a comissão interministerial, constituída pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, está incumbida de encontrar o melhor caminho.

Tudo o que sabemos sobre:
PetróleoPetrobrasPré-Sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.