''Ex-espelho'' crescem mais em telefonia fixa

A GVT e a Embratel, operadoras que nasceram a partir da venda de licenças para as chamadas operadoras-espelho, são as empresas que mais crescem no mercado de telefonia fixa, segundo a consultoria Teleco. No primeiro semestre de 2010, a GVT contabilizava 1,6 milhão de linhas. Um ano depois, o número subiu para 2,5 milhões - uma expansão de 56%. Com isso, a participação de mercado da operadora subiu de 3,8% para 5,8%. No mesmo período, a Embratel adicionou 800 mil novas linhas a seu portfólio e viu sua fatia de mercado subir 1,7 ponto percentual, para 16,7%. A Oi e a Telefônica, derivadas da privatização de empresas públicas, viram sua participação reduzida na comparação com o ano anterior: embora ainda sejam líderes isoladas, as duas companhias hoje têm 47,6% e 26,6% do mercado, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.