Ex-executivos da Adelphia indiciados por fraude

Um júri de instrução federal em Manhattan indiciou cinco ex-executivos da empresa norte-americana de TV a cabo Adelphia Communications em acusações de fraude de centenas de milhões de dólares, segundo informações do porta-voz da Procuradoria-Geral dos EUA.O júri está indiciando o fundador da companhia, John Rigas, dois de seus filhos e dois executivos não vinculados à família, após acusações criminais apresentadas em julho passado. Uma cópia do indiciamento não se encontrava disponível. Contudo, basicamente continha as mesmas acusações feitas em julho.O procurador Tim Coleman disse que há acusações adicionais sobre fraude com títulos e conspiração relacionada com documentos falsos apresentados à Securities and Exchange Commission (SEC, ou a CVM nos EUA). No total, o governo federal está buscando um total de US$ 2,5 bilhões dos réus. A Adelphia entrou com pedido de concordata no final de junho.A empresa norte-americana mantém investimentos no Brasil através de sua subsidiária Adelphia S/A. A empresa explora a marca ViacaboTV, que oferece serviços de televisão a cabo no Espírito Santo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.