Ex-gestor de fundos é acusado de informação privilegiada nos EUA

Promotores norte-americanos em Nova York anunciaram nesta terça-feira que estão acusando formalmente por informação privilegiada o ex-gestor de hedge funds Mathew Martoma.

Reuters

20 de novembro de 2012 | 14h05

As autoridades disseram que o caso deve ser o esquema de informação privilegiada mais lucrativo do mundo já descoberto, com ganhos ilícitos de operadores que totalizaram mais de 250 milhões de dólares.

As informações privilegiadas se focaram em companhias de medicamentos.

(Por Emily Flitter)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROINSIDERMARTOMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.