Ex-presidente da Eletronorte assumirá empresa responsável por Belo Monte

Segundo fonte, nome de Carlos Nascimento consta da documentação que foi entregue nesta sexta pelo consórcio vencedor do leilão à Aneel 

Leonardo Goy, da Agência Estado,

30 de julho de 2010 | 18h00

O ex-presidente da Eletronorte, Carlos Nascimento, foi o escolhido pelos acionistas do projeto de Belo Monte para presidir a Norte Energia S.A, empresa que vai ser responsável pela construção e futura operação da hidrelétrica do Rio Xingu (PA). A informação é de uma fonte do consórcio.

O nome de Nascimento consta da documentação que foi entregue há pouco pelo consórcio vencedor do leilão à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Além do nome de Nascimento, foram apresentados os nomes dos outros diretores da empresa. Entre eles, está Antônio Raimundo Coimbra, que responderá pela diretoria de Meio Ambiente, um dos cargos mais importantes, tendo em vista que o projeto sofre muitas contestações de ambientalistas e de comunidades indígenas da região do Xingu. Coimbra atuava como superintendente de Meio Ambiente da Eletronorte.

Desde antes do leilão de Belo Monte, realizado em abril, o governo já sinalizava que a Eletrobras participaria do projeto e que a Eletronorte ficaria a cargo da gestão operacional do empreendimento. A estatal estuda Belo Monte há pelo menos 20 anos e, na avaliação de alguns integrantes do governo, foi prejudicada ao ficar de fora das duas usinas do Rio Madeira (Santo Antônio e Jirau).

Ao entregar hoje à Aneel a formalização da empresa e os nomes dos diretores, a Norte Energia cumpre mais uma etapa do processo de concessão. A próxima, é o depósito da chamada garantia de fiel cumprimento que atesta que a usina será entregue. O valor, equivalente a cerca de R$ 1 bilhão, precisa ser depositado até dia 16 de agosto.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.