Ex-presidente da Livedoor paga fiança e sai da prisão

O ex-presidente da Livedoor Takafumi Horie foi colocado nesta quinta-feira em liberdade, após pagamento de fiança, no valor de 300 milhões de ienes (US$ 2,6 milhões), por ordem do Tribunal do Distrito de Tóquio. O empresário ficou preso durante 94 dias por acusações de fraude na bolsa. Os advogados de Horie já haviam tentado por outras duas vezes colocá-lo em liberdade. Dessa vez, o Tribunal de Distrito de Tóquio concedeu o pedido por acreditar que o empresário não tem como destruir provas referentes ao caso, mesmo estando em liberdade. Segundo a agência de notícias Kyodo, está marcada para o dia 10 de maio uma reunião entre o juiz encarregado do caso, a defesa e os promotores para estabelecer o calendário do julgamento. Acusação Horie e outros quatro diretores da Livedoor são acusados de manipular dados financeiros para elevar o valor das ações da empresa na bolsa. Os outros empresários envolvidos no caso já estão em liberdade, também após pagamento de fiança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.