Gustavo Raniere/Ministério da Fazenda
Gustavo Raniere/Ministério da Fazenda

Ex-secretário de assuntos internacionais da Fazenda será diretor do Banco Mundial

Entre suas prioridades está a supervisão da entrega de trabalhos analíticos em áreas como macroeconomia, política fiscal, crescimento, dívida e economia das mudanças climáticas

Altamiro Silva Junior, O Estado de S.Paulo

08 Janeiro 2019 | 15h23

O ex-secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda, Marcello Estevão, vai para o Banco Mundial, assumindo o cargo de diretor global de Macroeconomia, Investimento e Comércio (MTI, na sigla em inglês), confirmou ele ao Estadão/Broadcast.

"Após um longo processo de seleção, o Banco Mundial me ofereceu o cargo de diretor no MTI", afirmou o ex-secretário. Estevão foi convidado para o Ministério da Fazenda pelo então ministro Henrique Meirelles. Morando nos EUA, ele aceitou o convite em 2016 e foi morar em Brasília e agora volta para os EUA.

No novo cargo, entre suas prioridades no Banco Mundial, está a supervisão da entrega de trabalhos analíticos em áreas como macroeconomia, política fiscal, crescimento, dívida e economia das mudanças climáticas. O ex-secretário também vai supervisionar os programas de sua pasta na América Latina. "Estou muito contente com esse oportunidade profissional única", escreveu ele em mensagem. 

Mais conteúdo sobre:
Banco MundialMarcello Estevão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.