bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

EXCLUSIVO-Petronas pede informações à ANP sobre campo da OGX

Executivos da Petronas, uma das maiores petroleiras da Ásia, consultaram autoridades brasileiras sobre o campo de Tubarão Martelo, área da OGX localizada na bacia de Campos, em sinalização de que as duas empresas podem estar negociando o ativo.

SABRINA LORENZI, Reuters

18 de abril de 2013 | 20h20

Representantes do grupo de Eike Batista, controlador da OGX, e da estatal malaia Petronas estiveram juntos na sede da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no Rio de Janeiro, no começo deste mês, afirmaram à Reuters duas fontes com conhecimento direto do assunto.

"É notório que pode existir alguma negociação, pelas informações solicitadas", afirmou uma das fontes, sob condição de anonimato.

A venda de ativos é vista por analistas como uma das soluções da holding EBX, de Eike, para se capitalizar e romper uma crise de confiança que vem corroendo o valor de mercado de suas empresas listadas em bolsa.

"(Os representantes da Petronas) queriam saber se o campo tem algum empecilho, se as atividades estão em dia, em que fase está", afirmou outra fonte, também pedindo para não ser identificada.

Bancos de investimento têm citado em relatórios eventuais negociações da OGX para a venda de participações em blocos de petróleo, algo apontado pelo JPMorgan como medida urgente a ser tomada pela OGX.

Procuradas, OGX e o grupo EBX não comentaram as informações.

Os malásios receberam informações positivas das autoridades brasileiras sobre o campo da OGX, segundo as fontes.

A declaração de comercialidade de Tubarão Martelo já foi apresentada à ANP, a partir de uma descoberta em 2011. O plano de desenvolvimento está para ser finalizado nas próximas semanas e a produção poderá ser iniciada ainda neste ano.

"É sem dúvida um trabalho acelerado e arrojado. Desde que se cumpram boas práticas da indústria, dentro das normas, é possível antecipar etapas", afirmou uma das fontes, lembrando que o bloco, que deu origem ao campo, foi adquirido em 2008.

Em dezembro passado, a OGX informou que a previsão do primeiro óleo do campo de Tubarão Martelo seria o quarto trimestre de 2013.

As ações da OGX tiveram ligeira alta de 0,80 por cento na bolsa paulista nesta quinta-feira, a 1,26 real, segundo dados preliminares de fechamento. O Ibovespa, que reúne as principais ações brasileiras, teve alta de 0,54 por cento.

A divulgação sucessiva de dados de produção abaixo das expectativas tem motivado queda expressiva dos papéis da OGX, com alguns analistas reduzindo nas últimas semanas o preço-alvo das ações da companhia para menos de 1 real.

Diante da crise de confiança de investidores, as ações da OGX acumulam queda de mais de 70 por cento neste ano.

O grupo Petronas é um dos maiores conglomerados do setor de petróleo e gás do mundo, presente em todos os continentes. No Brasil, possui uma fábrica de lubrificantes.

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOEIKEPETRONAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.