EXCLUSIVO-Secretário-geral diz que Opep está pronta para agir

O secretário-geral da Organização dosPaíses Exportadores de Petróleo (Opep), Abdullah al-Badri,manteve nesta quinta-feira a postura de que não pode fazer nadapara ajudar a reduzir as cotações recordes do barril depetróleo, apesar do impacto que isso possa ter nos paísespobres e da pressão dos consumidores por um aumento deprodução. Ao relacionar a recente alta nas cotações internacionais afatores como especulação e ao enfraquecimento do dólar --e nãoaos atuais níveis de produção-- ele, no entanto, se comprometeuque a Opep poderá agir para garantir o suprimento se houverfalta de produto em algum mercado. "Mesmo que elevemos a produção amanhã, os preços nãocairão", disse ele à Reuters durante visita ao Equador. "Quando virmos que há carência do produto, iremos agir",reiterou. (Reportagem de Alonso Soto)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.