Executivo do Opportunity reassume posto após habeas

Liberado por um habeas-corpus do Supremo Tribunal Federal, o principal executivo da Opportunity Asset Management, Dório Ferman, volta amanhã a comandar os fundos de investimento da instituição financeira. O executivo foi preso na última terça-feira pela Polícia Federal na Operação Satiagraha junto com o sócio-fundador do grupo, Daniel Dantas, sua irmã, Verônica Dantas, e outros nove executivos e diretores da instituição financeira. Eles são acusados de crime financeiro, gestão fraudulenta, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. DantasO Ministério Público Federal de São Paulo informou que o pedido para a prisão preventiva de Daniel Dantas, ocorrida na tarde de hoje, foi baseado nos indícios de autoria e participação no delito de corrupção ativa. De acordo com o procurador da República Rodrigo de Grandis, responsável pelo caso, "há a necessidade da prisão preventiva de Dantas visto que existem indícios suficientes de autoria e de participação no delito de corrupção ativa".De acordo com o MPF-SP, R$ 1,28 milhão foram apreendidos na casa de Hugo Sérgio Chicaroni, apontado como um dos emissários do banqueiro na tentativa de suborno ao delegado da Polícia Federal Vitor Hugo Rodrigues Alves Ferreira, que integra a Operação Satiagraha. O Ministério Público Federal de São Paulo diz que Dantas é acusado de corrupção ativa porque teria sido o mandante da tentativa de suborno de US$ 1 milhão ao delegado Vitor Hugo, com a finalidade de retirar o seu nome, o de sua irmã, Verônica Dantas, e o do sócio e vice-presidente do banco, Carlos Rodemburg, do inquérito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.