Expectativa de corte de juros faz bolsas subirem na Europa

Mercado espera que Federal Reserve corte juros nos EUA em meio ponto, atingindo 1%.

Da BBC Brasil, BBC

29 Outubro 2008 | 08h18

As bolsas da Europa estão registrando fortes altas nesta quarta-feira, na expectativa de que os bancos centrais de diversos países reduzam a taxa de juros. Às 10h04 (8h04 no horário de Brasília), o índice FTSE, de Londres, subia 3,82%, a 4.076,46 pontos. Em Paris, o CAC 40 aumentava 5,52% (a 3.286,97 pontos). Na terça-feira, o índice Dow Jones, em Nova York, havia subido quase 11%. A expectativa do mercado é que o Federal Reserve (o banco central americano) corte a taxa de juros em meio ponto percentual, atingindo 1%. Espera-se também que os bancos centrais europeus sigam a mesma tendência na próxima semana. Atualmente as taxas de juros são de 4,5% na Grã-Bretanha e 3,75% na Europa (após um corte de meio ponto percentual no começo do mês). Na Ásia, a bolsa do Japão fechou em alta de 7,7%, também na expectativa de uma redução da taxa de juros japonesa. Alemanha A exceção do dia na Europa é a bolsa de Frankfurt, que às 8h04 (horário de Brasília) registrava queda de 3,23%, a 4.667,89 pontos. Na Alemanha, em um dia atípico, a bolsa registrou na terça-feira uma forte alta de mais de 10%. Muitos investidores estavam especulando há dias que as ações da montadora Volkswagen cairiam. Mas nesta semana foi revelado que outra montadora, a Porsche, havia adquirido mais de 74% das ações da montadora alemã, provocando uma corrida às ações da VW, e impulsionando o índice da bolsa de Frankfurt. No Brasil, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) também decide nesta quarta-feira a nova taxa de juro da economia. Atualmente, a taxa básica é de 13,75%, uma das maiores do mundo. No Brasil, os mercados esperam que o Copom mantenha a taxa inalterada. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.