Expectativa de manutenção da taxa básica de juros em 11% é unânime

Mercado financeiro aposta que Selic ficará estável pela quarta reunião consecutiva do Copom

Flavio Leonel, Maria Regina Silva, Denise Abarca, Agência Estado

29 de outubro de 2014 | 15h34

Tal qual o cenário visto às vésperas do encontro de setembro do Comitê de Política Monetária (Copom), a manutenção da taxa básica de juros no nível de 11% ao ano é a aposta unânime dos economistas do mercado financeiro para a penúltima reunião de 2014 do colegiado do Banco Central, que termina nesta quarta-feira, 29.

Conforme levantamento da Agência Estado com um conjunto de 84 instituições participantes, todas elas trabalham com a Selic inalterada em outubro na marca que já permanece estável há três encontros do colegiado do Banco Central.

Na avaliação dos economistas, os integrantes do Copom tendem a manter a atitude das mais recentes reuniões, com a interpretação de que há uma tendência da convergência do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para o centro da meta de 4,5% nos trimestres iniciais de 2016.

Segundo os analistas, o posicionamento do comitê também continua levando em conta o atual cenário de estagnação da atividade econômica do País e os efeitos defasados da política de aperto monetário que foi adotada entre abril de 2013 e o mesmo mês de 2014.

Tudo o que sabemos sobre:
selictaxa de juros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.