Expectativa positiva para vendas no Natal

Vendas para este final de ano devem registrar o maior nível desde a crise da Ásia, no fim de 1997. O prognóstico foi feito ontem pela diretora do Departamento de Pesquisa Econômica (Depecon) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Clarice Messer. Uma associação de fatores, como a maior oferta de emprego, o crescimento do valor real dos salários e a expansão do crédito, contribuíram para a expectativa positiva. Diante disso, o Indicador de Nível de Atividade (INA) cresceu 7,3% até outubro e deverá chegar a 7,5% até dezembro, se comparado ao resultado do ano passado. O índice supera as estimativas feitas até meados do ano, segundo as quais a indústria paulista cresceria em torno de 5% este ano. O crescimento industrial vem sendo sustentado por alguns setores, de forma especial, como o de transportes, cuja produção de janeiro a outubro aumentou 15,4%. A produção de material elétrico e de comunicações aumentou 10,5% no mesmo período. Os indicadores do setor têxtil também são favoráveis. A atividade do setor foi 6,8% maior, e as vendas, 8,2% acima de igual período de 1999.ImecO Indicador de Movimentação Econômica (Imec-Fipe/Estadão) fechou a segunda quadrissemana de novembro com alta de 0,66%, ante um aumento de 1,18% na quadrissemana anterior. Apesar de a taxa de crescimento menor, o resultado é bom e confirma perspectivas muito favoráveis para o fim de ano, sem bolha no consumo avalia a técnica do Imec, Zeina Latif. Das oito variáveis que compõem o Imec, o movimento de passageiros no aeroporto de Congonhas foi expressivo na segunda quadrissemana e cresceu 6,08%, impulsionando o indicador. Além dessa variável, o volume de consultas para vendas à vista (Telecheque) e a prazo (SCPC) da Associação Comercial de São Paulo aumentou 0,49%, a uma taxa menor em relação à da semana anterior, mas ainda positiva.

Agencia Estado,

01 de dezembro de 2000 | 10h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.