Expectativa sobre auxílio à Grécia ajuda mercados da Ásia

As principais bolsas asiáticas tiveram uma quarta-feira de alta, com os sinais de que a União Europeia possa ajudar com a dívida da Grécia atraindo investidores nervosos de volta aos ativos mais arriscados.

KEVIN PLUMBERG, REUTERS

10 de fevereiro de 2010 | 07h59

A confiança cada vez menor na capacidade de Grécia, Portugal e Espanha de lidarem com seus compromissos assustou os mercados financeiros por semanas.

Os governos europeus concordaram em princípio a ajudar a Grécia, afirmaram fontes de uma coalizão alemã à Reuters na terça-feira.

O índice MSCI da Ásia Pacífico exceto Japão tinha alta de 0,52 por cento, aos 381 pontos, com o setor de matérias-primas puxando os ganhos após alta nos preços de commodities.

A bolsa de TÓQUIO teve valorização de 0,31 por cento, aos 9.963 pontos. A alta foi contida depois que a Honda Motor expandiu um recall de carros pelo mundo para substiturt uma parte de um airbag.

A bolsa de HONG KONG subiu 0,67 por cento, para 19.922 pontos. Em XANGAI, o principal índice avançou 1,14 por cento, a 2.982 pontos.

A China apresentou números sólidos de importações e exportações para janeiro, mantendo sua trajetória de crescimento.

"As taxas de crescimento na Ásia continuam a subir e não temos motivo para discordar, já que os motores do crescimento na região nos médio e longo prazos têm muito mais potencial do que o endividado ocidente", afirmou Sarah Arkle, chefe de investimento na Threadneedle, em Londres.

Na COREIA DO SUL, o fechamento foi praticamente estável, com leve queda de 0,02 por cento, a 1.570 pontos.

O mercado de SYDNEY subiu 0,19 por cento, para 4.513 pontos. Em TAIWAN, a bolsa subiu 1,10 por cento, para 7.441 pontos. Em CINGAPURA, houve baixa de 0,39 por cento, a 2.734 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSA, ASIA, FECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.