Explicações de Fraga desagradam a Wall Street

Analistas e investidores em Wall Street ouvidos pela Agência Estado não ficaram satisfeitos com as explicações do presidente do Banco Central do Brasil, Armínio Fraga, sobre a situação do mercado financeiro brasileiro, durante teleconferência promovida nesta sexta-feira de manhã pelo Goldman Sachs.O evento gerou um interesse muito grande em Wall Street, com a participação de 800 pessoas, cerca de 10 vezes o número normal de participantes em eventos desse tipo. "Não deu para ver nenhum tipo de sinalização por parte de Fraga, que foi muito genérico nas respostas. Ele demonstrou que não há muito o que fazer. E eu traduzo isso como negativo. Não deu para acalmar quem participou da teleconferência", afirmou um gestor de fundos norte-americano que aplica em ativos no Brasil.Para ele, a melhora no mercado logo após a teleconferência foi unicamente pelos boatos de subida de José Serra na pesquisa DataFolha, que deve ser divulgada no fim de semana.Segundo o economista de um banco de investimentos em Wall Street, Fraga não foi claro ao dizer se iria elevar os juros, como medida para conter a turbulência no mercado, mas também não falou se há espaço para baixar os juros.Em relação a eventuais intervenções do BC no mercado de câmbio, Fraga ressaltou q ue o BC não é intervencionista e nem pretende ficar intervindo no mercado. "No entanto, se acharmos necessário e importante intervir em algum momento, poderemos fazê-lo", teria afirmado Fraga na teleconferência, que durou uma hora e teve a participação de Luiz Fernando Figueiredo, diretor de Política Monetária do BC, e de Amaury Bier, do Ministério da Fazenda.Bier informou aos participantes que o Tesouro está com R$ 53 bilhões em caixa. Muitas perguntas focaram os temas "fuga de capitais" e "rolagem da dívida", tema este que Fraga levou mais tempo para responder. "Rolagem é tentar vender bônus", teria comentado Fraga.Ao ser solicitado por um participante a ser mais transparente sobre esse tema, Fraga respondeu que não precisaria chegar ao nível de detalhe sobre qual bônus pretenderia emitir e nem a quantia.Sobre a antecipação das regras de marcação a mercado dos ativos pelos fundos de investimento, o presidente do BC explicou que decidiu antecipar as regras porque estava sendo observada uma não padronização na forma como os fundos estavam reportando as oscilações dos ativos e também "porque poderia haver a possibilidade de resgates de investidores para fazer a arbitragem de fundos".Fraga classificou a turbulência observada nos últimos dias no mercado brasileiro como "exagerada".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.