Expointer movimenta R$ 1 bilhão e bate recorde de negócios

A 32ª Exposição Internacional de Animais, Máquinas e Implementos Agrícolas e Produtos Agropecuários (Expointer 2009) movimentou cerca de R$ 1 bilhão, batendo todos os recordes de negócios de edições anteriores e indicando a retomada do crescimento das atividades agrícolas e pecuárias do Rio Grande do Sul depois da crise financeira mundial. A divulgação e avaliação dos números foi feita pela governadora do Estado, Yeda Crusius (PSDB), neste domingo, último dia da exposição, em Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre. Segundo a tucana, os resultados são reflexos da "confiança dos investidores no futuro".

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

06 de setembro de 2009 | 19h46

Os números deste ano foram puxados pelo desempenho do setor de máquinas e implementos agrícolas, que faturou R$ 795 milhões em negócios, mais do que dobrando o volume de vendas de R$ 370,3 milhões de 2008. O balanço ainda apresentou receita de R$ 8,4 milhões no segmento dos animais e de R$ 1 milhão na agricultura familiar. Os valores restantes foram movimentados em vendas de equipamentos para o agronegócio, como armazéns, ingressos, estacionamentos e serviços dentro do parque, que abrigou 2,2 mil expositores e 5 mil animais durante os nove dias do evento.

Ao mesmo tempo em que o volume de negócios cresceu, o público caiu drasticamente, de 740 mil visitantes em 2008 para 435 mil neste ano. A causa foi a Gripe A. Por precaução contra a possível disseminação da doença, a maiorias das escolas cancelou as visitas que organizava para seus alunos conhecerem as atividades e tecnologias do campo.

Tudo o que sabemos sobre:
Expointer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.