Expomoney tem até 'Clínica Financeira'

Cerca de 20 mil pessoas devem visitar a 9ªedição da ExpoMoney, que reúne até sábado (24) palestras, corretoras, bancos e consultores

Yolanda Fordelone, do Estadão.com.br,

22 de setembro de 2011 | 17h37

Um local com consultores e especialistas em investimento, corretoras e bancos oferecendo serviços, palestras e investidores iniciantes e profissionais. Essa é a proposta da feira ExpoMoney em sua 9ª edição em São Paulo. O evento acontece até sábado, dia 24. 

Neste ano serão nove salas com palestras simultâneas. No total, serão mais de 100 apresentações dos mais variados temas, passando por alguns tipos de aplicação, como Tesouro Direto, previdência privada e ações, até palestras sobre orçamento e macroeconomia. Em algumas palestras de empresas de capital aberto, investidores também podem se inscrever para o Concurso Cultural, que premia o ganhador com R$ 1.000 em ações da companhia. 

Nos corredores do evento, é possível tirar dúvidas e consultar os preços de 60 expositores, entre corretoras, bancos e consultorias. "A grande mudança neste ano é trazer o conceito de shopping, de reunir em um só lugar as diversas opções de investimento e mostrar que as aplicações não estão tão longe do cotidiano das pessoas", diz o diretor-executivo de negócios da Geo Eventos, Robert Dannenberg, que organiza a feira.

Além de comparecer às palestras, investidores podem se inscrever para participar da Clínica Financeira, um consultório em que investidores e endividados podem ter um atendimento personalizado com um especialista sobre suas finanças, durante 30 minutos. A clínica, coordenada pelo consultor Fabiano Calil, recebeu 1.000 atendimentos desde o lançamento na edição de 2009.

"Há um grande ganho na vida financeira ao se consultar com um especialista", diz Calil. "É possível entender qual o tamanho do patrimônio, onde investir, se é possível ampliar o risco da carteira, por exemplo." Em seu terceiro ano, a clínica recebeu 220 inscrições. Os interessados em participar devem se inscrever no local em uma lista de espera. Serão 20 consultores se revezando em seis salas instaladas na feira.

Visitantes

A estimativa é de que a feira receba neste ano 20 mil visitantes, 11% a mais do que em 2010. Atualmente, o Brasil conta com 595.850 investidores pessoa física em ações, segundo dados da BM&FBovespa, sendo a maior praça São Paulo, com 259.183 investidores ou 43% do total.

O perfil dos participantes da feira, no entanto, deve estar mais conservador em 2011. Segundo pesquisa com os inscritos, antes do início da crise, em 2007, as aplicações em ações ou fundos de renda variável somavam 70% dos investimentos dos entrevistados, porcentual que caiu para 55% nesta edição.

A feira é gratuita e acontecerá em 13 cidades em 2011. Até o fim do ano, ainda faltam quatro locais no circuito do evento: Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Em São Paulo, ocorre no Espaço Transamérica. Para se inscrever, basta acessar o site da ExpoMoney (www.expomoney.com.br).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.