finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Exportação cresce 38,6% e importação, 31,1%

A média diária das exportações brasileiras teve um crescimento de 38,6% na primeira semana de setembro. Segundo os dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a média diária foi de US$ 458,7 milhões na primeira semana do mês, ante US$ 330,9 milhões de setembro do ano passado. As três categorias de produtos - manufaturados, semimanufaturados e básicos - influenciaram no resultado. A média diária dos manufaturados foi 56,2% maior do que em 2003, principalmente em função das vendas de aviões, laminados planos, açúcar refinado, óxidos e hidróxidos de alumínio, óleo de soja refinado, álcool etílico, obras de marcenaria, tubos de ferro fundido, tratores, veículos de carga, máquinas e aparelhos para terraplenagem, autopeças, móveis e partes, bombas e compressores e calçados. As vendas de semimanufaturados cresceram 30,1% por conta de catodos de níquel, celulose, ligas de alumínio, semimanufaturados de ferro ou aço, madeira serrada e couros e peles. Já a média diária dos produtos básicos cresceu 15,1% puxada pelas exportações de algodão, fumo em folhas, carnes de bovino e suíno, minério de ferro, farelo de soja e soja em grão. Importações- A média diária das importações brasileiras subiu 31,1% na primeira semana deste mês na comparação com setembro de 2003. A média foi de US$ 275 milhões enquanto que em setembro de 2003 registrou US$ 209,8 milhões. Ampliaram-se os gastos, principalmente, com químicos orgânicos e inorgânicos (103,3%), filamentos e fibras sintéticas ou artificiais (80,7%), aeronaves e peças (76,3%), produtos farmacêuticos (65,3%), instrumentos de ótica e precisão (50,6%), plásticos e obras (40,5%), equipamentos elétricos e eletrônicos (27,9%), veículos automóveis e partes (27,4%) e adubos e fertilizantes (26,4%). Balança Comercial- A balança comercial registrou superávit de US$ 551 milhões na primeira semana do mês, resultado de exportações no valor de US$ 1,376 bilhão e importações de US$ 825 milhões. No ano, as exportações acumulam US$ 62,730 bilhões e as importações, US$ 40,228 bilhões, com saldo positivo de US$ 22,502 bilhões.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2004 | 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.