DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO

Exportação de açúcar mais que dobra em maio em relação a abril

Volume de açúcar exportado foi 107% superior do que o total embarcado em abril e 25,2% maior do que o total registrado em maio de 2014

José Roberto Gomes, O Estado de S. Paulo

01 de junho de 2015 | 15h41

SÃO PAULO - O Brasil exportou em maio 1,834 milhão de toneladas de açúcar bruto e refinado, volume 107% maior que as 886,2 mil toneladas embarcadas em abril e 25,2% superior ante as 1,465 milhão de toneladas registradas em igual mês de 2014. Dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) divulgados nesta segunda-feira, 1, mostram que do total embarcado no mês passado, 1,331 milhão de toneladas foram de açúcar demerara e 503,5 mil toneladas, de refinado.

A receita obtida com a exportação total de açúcar em maio último foi de US$ 617,3 milhões, 100,2% maior que a registrada em abril (US$ 308,4 milhões) e 5,4% acima dos US$ 585,8 milhões computados em maio de 2014.

No acumulado de 2015, foram exportadas 7,744 milhões de toneladas de açúcar (-6,1%), com receita de US$ 2,695 bilhões (-16,1%). 

Etanol. O Brasil exportou em maio 91 milhões de litros de etanol, o que corresponde a um aumento de 333,3% na comparação com os 21 milhões de litros embarcados em abril. No entanto, em relação a maio do ano passado, quando foram embarcados 139,3 milhões de litros, o volume é 34,7% menor. 

A receita cambial com a venda do biocombustível alcançou US$ 46,6 milhões em maio, avanço de 343,8% ante os US$ 10,5 milhões registrados em abril. Em relação aos US$ 98,7 milhões de maio de 2014, houve queda de 52,8%.

No acumulado de 2015, as exportações somam 447,6 milhões de litros (-26,9%), com receita de US$ 249,3 milhões (-39,2%).

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.