Exportação de carne suína sobe 2,77% em junho ante 2007--Abipecs

O Brasil exportou 51.731 toneladas decarne suína em junho, 2,77 por cento a mais do que no mesmoperíodo do ano passado, informou a Associação Brasileira daIndústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs) nasegunda-feira. Em valores, as exportações somaram 147,49 milhões dedólares, um aumento de 39,14 por cento em relação aos 106milhões de dólares obtidos com a exportação de 50.339 toneladasem junho de 2007. "As vendas externas, em junho, mantiveram uma expectativapositiva para o ano. Os volumes permaneceram com um aumentosignificativo de preços", disse Pedro de Camargo Neto,presidente da Abipecs, em um comunicado. Apesar desse aumento, as exportações de janeiro a junhocaíram de 281.027 toneladas em 2007 para 270.674 toneladas. Já em valores a alta é expressiva, pelos preços melhores,com o semestre fechando com vendas de 707,86 milhões dedólares, contra 548,77 milhões de dólares no mesmo período de2007. No mês passado, houve uma forte redução de 22,84 por centono volume das exportações para a Rússia --principal destino doproduto brasileiro-- em relação ao mesmo mês de 2007. Mas essaqueda foi amenizada por um aumento de 14,21 por cento nasvendas para Hong Kong. O setor de carne suína está de olho no mercado asiático,que se mostra bastante promissor para o produto. Para aAbipecs, recente redução do imposto de importação da carnesuína pelo governo chinês é um sinal do interesse do país emfacilitar as compras no exterior. Os outros principais destinos da carne suína brasileira sãoUcrânia, Argentina e Cingapura. (Por Camila Moreira)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.