Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Exportação de celulose tem crescimento de 38,2% em setembro

No acumulado do ano, o setor exportou 6,136 milhões de toneladas, alta de 15,5% ante igual período em 2008

André Magnabosco, da Agência Estado,

26 de outubro de 2009 | 16h47

As vendas externas de celulose da indústria brasileira somaram 763 mil toneladas no mês passado, uma expansão de 38,2% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados preliminares divulgados nesta segunda-feira, 26, pela Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa). O resultado de setembro também representa expansão de 14,7% sobre agosto.

 

No acumulado de janeiro a setembro o setor exportou 6,136 milhões de toneladas, alta de 15,5% ante o mesmo intervalo do ano passado. Mas a alta no volume negociado ainda não é acompanhada pela receita com exportações, que caiu 21,4% até setembro, para US$ 2,353 bilhões.

 

A produção nacional nos nove primeiros meses totalizou 9,930 milhões de toneladas, com expansão de 4,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação entre setembro de 2008 e de 2009 a alta foi de 14,7%.

 

Os números da indústria papeleira brasileira em setembro confirmaram a tendência registrada no mês anterior de recuperação da demanda doméstica. O consumo aparente interno em setembro somou 761 mil toneladas, alta de 3,1% em relação ao mesmo período do ano passado. A demanda doméstica, que considera também os dados de importação, teve alta de 2,3% sobre agosto.

 

As vendas domésticas do setor também apresentaram expansão no mês passado. A comercialização de 454 mil toneladas em setembro representa alta de 1,1% sobre setembro de 2008 e de 2,7% sobre agosto deste ano.

 

Apesar dos indicadores positivos do mês passado, o setor ainda apresenta resultados negativos no acumulado anual. As vendas domésticas entre janeiro e setembro somaram 3,656 milhões de toneladas, com retração de 4,4% ante igual intervalo de 2008. O consumo aparente no mesmo período somou 6,258 milhões de toneladas, queda de 3,8% sobre os nove primeiros meses do ano passado.

 

Os números divulgados nesta segunda-feira pela Bracelpa também apontam recuperação das exportações, que somaram 176 mil toneladas em setembro. O volume vendido representa uma expansão de 8% sobre setembro de 2008 e de 7,3% ante agosto de 2009. As importações em setembro somaram 106 mil toneladas, alta de 8,2% sobre agosto mas queda de 4,5% ante setembro de 2008.

 

No acumulado anual, as exportações do setor encolheram 3,9%, para 1,470 milhão de toneladas, enquanto as importações entre janeiro a setembro caíram 21,8%, para 769 mil toneladas. As vendas externas do setor no nove primeiros meses de 2009 somaram US$ 1,222 bilhão, com retração de 17,8% em igual comparação. As importações no mesmo período encolheram 25,9%, para US$ 782 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
celuloseexportaçãosetembro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.