Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Exportação de frutas do Brasil para UE atende normas

O resultado foi obtido por meio do Programa de Monitoramento de Resíduos e de Agrotóxicos

Fabíola Salvador, da Agência Estado,

26 de fevereiro de 2008 | 14h40

Testes feitos pelo Ministério da Agricultura mostram que mais de 90% dos lotes de mamão e maçã destinados aos consumidores europeus estão dentro dos padrões exigidos pelo bloco no que diz respeito aos níveis de agrotóxicos. Os testes são feitos desde 2006. O resultado foi obtido por meio do Programa de Monitoramento de Resíduos e de Agrotóxicos. Na prática, isso significa que não foi encontrada a presença de defensivos agrícolas ou, se detectado, o nível de agrotóxico estava dentro dos limites máximos de resíduos permitidos. Para este ano, está prevista a ampliação das análises de 33 tipos de frutas e 43 hortaliças, além do início do monitoramento de culturas voltadas ao abastecimento do mercado interno e dos vegetais importados consumidos no Brasil, informou o Ministério da Agricultura por meio de sua assessoria de imprensa.Em casos de não conformidade no nível de resíduos, a Coordenação de Controle de Resíduos e Contaminantes (CCRC) abrirá processo de investigação e encaminhará à Superintendência Federal de Agricultura no Estado onde é cultivado o vegetal, para que sejam tomadas as providências legais cabíveis. O objetivo é assegurar a qualidade dos vegetais produzidos no Brasil para o consumo interno e exportação.

Tudo o que sabemos sobre:
Frutas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.