Exportação de minério de ferro cresceu 6,4% em 2007

As exportações brasileiras de minério de ferro cresceram 6,4% no ano passado, superando problemas climáticos e outros contratempos que prejudicaram os embarques, de acordo com dados divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria da Extração do Ferro e Metais Básicos (Sinferbase).Em 2007, as empresas brasileiras embarcaram 258,51 milhões de toneladas métricas de minério de ferro, ante 242,9 milhões registradas em 2006. Os produtores tiveram um final de ano especialmente forte, com as exportações de minério de ferro registrando um salto de 15,2% em dezembro.A expansão nos embarques no final de 2007 ajudou a compensar um ano difícil para a atividade de mineração. As condições climáticas ruins e as fortes chuvas prejudicaram os embarques durante todo o ano, enquanto uma série de invasões de tribos indígenas também paralisaram por diversas vezes o transporte de minério por ferrovias. Além disso, a interrupção no fornecimento de energia no norte do Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo prejudicou os embarques.A Vale, maior produtora e exportadora de minério de ferro e pelotas do mundo, manteve a liderança. Em 2007, os embarques da Vale somaram 242,087 milhões de toneladas, mostrando uma expansão de 33% na comparação com 2006. No ano passado, a Vale concentrou 94% das exportações de minério de ferro do Brasil.Em dólares, as exportações de minério de ferro subiram 18,8% no ano passado, com a receita sendo beneficiada pelo aumento de 9,5% no preço dos contratos de 2007. O ajuste de preço entrou em vigor para entregas a partir de 1º de abril, início do ano fiscal japonês. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.