Exportação de siderúrgicos sobe 32%, mostra Sérgio Amaral

O ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral, disse hoje que, apesar das salvaguardas impostas pelos Estados Unidos, as exportações brasileiras de produtos siderúrgicos cresceram cerca de 32% nos nove primeiros meses do ano. Segundo ele, as vendas para os Estados Unidos aumentaram perto de 25%. Amaral discursou hoje durante abertura do 15º Congresso Brasileiro dos Distribuidores de Aço. Na apresentação, o ministro disse que o setor siderúrgico é um símbolo do Brasil e soube modernizar-se nos últimos anos. De acordo com ele, os investimentos em tecnologia alcançam US$ 10 bilhões e a produtividade, na última década, evoluiu mais de 250%. Sobre as salvaguardas de outros países aos produtos brasileiros, o ministro disse que a questão vem sendo acompanhada de perto. "Em vez de reagir ao protecionismo com mais protecionismo, mantemos nossas fronteiras abertas, mas estamos vigilantes." Ele defendeu ainda o processo de internacionalização das empresas nacionais, como um dos caminhos para alavancar as exportações. Ele disse também que o governo vem trabalhando para melhorar questões de logística. Segundo ele, em questão de dias, haverá regionalização do Porto de Santos, o que irá viabilizar mais investimentos e reduzir os custos portuários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.