finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Exportação de sucata ferrosa cresce 10% em outubro

As exportações de sucata de ferro e aço cresceram 10% em outubro em relação ao mesmo mês de 2012, atingindo 50 mil toneladas e uma receita de US$ 15,7 milhões, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). No acumulado de 2013, o total de sucata - matéria-prima usada para a produção de aço - exportado pelo País já soma 373 mil toneladas, com um receita de US$ 145 milhões.

GABRIELA VIEIRA, Agencia Estado

21 de novembro de 2013 | 19h26

Apesar da alta, o Instituto Nacional das Empresas de Sucata Ferrosa (Inesfa) afirma acreditar que a quantidade de fragmento vendido às usinas internacionais em 2013 deve ficar estável na comparação com o ano passado, isso porque ao longo do primeiro semestre as exportações apresentaram queda. Em 2012, o volume vendido no exterior foi de 444,3 mil toneladas.

No País, a participação da sucata na produção de aço bruto oscila entre 26% e 28%, enquanto a média mundial em 2012 foi de 45% no ano passado. Além da menor participação, a sucata ferrosa no Brasil tem um preço inferior (cerca de 30% a 40%) em relação ao mercado internacional.

No entanto, ainda segundo o Inesfa, o Brasil exporta cerca de 3,5% do total de sucata, sendo que grande parte da commodity destinada ao exterior é de um tipo não adquirido pelas usinas nacionais. Na comparação mundial, o País representa apenas 0,2% das exportações do produto. Principal exportador, os Estados Unidos correspondem a pouco mais de 22% das vendas internacionais da sucata.

Tudo o que sabemos sobre:
Sucataexportação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.