Exportação de veículos caiu 25,3% em fevereiro

A queda nas vendas do setor automotivo para Argentina e Estados Unidos novamente derrubou as exportações das montadoras. Em fevereiro, o total enviado ao exterior por Volkswagen, General Motors, Fiat e Ford caiu 25,3%, para US$ 154,4 milhões (FOB), segundo os dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).No primeiro bimestre, as exportações sofreram redução de 28,3% em relação ao mesmo período de 2001. Volkswagen, General Motors, Fiat e Ford enviaram ao exterior remessas de US$ 255,4 milhões (FOB) em janeiro e fevereiro, ante US$ 356 milhões no mesmo período do ano passado.ArgentinaAs exportações de automóveis para a Argentina, que despencaram no primeiro bimestre deste ano, foram o principal motivo para a queda nos resultados.O valor exportado pelas montadoras recuou 85,2%, totalizando US$ 6,8 milhões em janeiro e fevereiro. Com isso, o país passou ao quinto lugar entre os destinos das exportações de automóveis, tendo sido ultrapassado por México, Estados Unidos, Venezuela e Colômbia. As remessas de autopeças para a Argentina tiveram redução de 71,8%, para US$ 10,5 milhões.MéxicoAs vendas de automóveis para os Estados Unidos, até janeiro o maior comprador, caíram 35,3% no primeiro bimestre de 2002, para US$ 52,5 milhões. Com o resultado, o país perdeu o posto de primeiro no ranking para o México, que comprou do Brasil US$ 61,5 milhões em automóveis de passageiros.A Volkswagen, quinta maior exportadora brasileira e primeira no setor automotivo, vendeu no exterior US$ 126,2 milhões, ante US$ 179,3 milhões nos primeiros dois meses de 2001 redução de 29,6%.As exportações da General Motors caíram 27% de US$ 79,4 milhões para US$ 58,1 milhões. A montadora ficou em 16o. lugar no ranking das empresas exportadoras e segundo entre as montadoras.Já a Ford, que ocupou o 30º lugar no ranking da Secex e terceiro entre as montadoras, registrou ligeiro aumento de 0,1% em suas remessas, que totalizaram US$ 35,7 milhões no primeiro bimestre.As exportações da Fiat caíram 42,6%. No ano passado, a montadora, 31ª no ranking e quarta no setor automotivo, enviou ao exterior US$ 61,7 milhões ante US$ 35,4 milhões no primeiro bimestre de 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.