Exportação média diária do País recuou 11,3% no mês

As exportações brasileiras registradas na terceira semana de setembro (entre os dias 17 e 23), de US$ 4,957 bilhões, alcançaram média diária de US$ 991,4 milhões, valor 11,3% inferior à média de US$ 1,118 bilhão verificada até a segunda semana do mês, segundo números do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), divulados nesta segunda-feira.

SANDRA MANFRINI, Agencia Estado

24 de setembro de 2012 | 15h52

Essa queda foi devida à redução nas exportações de produtos básicos (-24,6%), motivada pelas vendas de minério de ferro, farelo de soja, carne de frango, bovina e suína, petróleo em bruto e fumo e folhas. As vendas externas de manufaturados também tiveram queda de 0,2% na mesma base de comparação, em razão, principalmente, de autopeças, automóveis de passageiros, óleos combustíveis, aviões e etanol. Enquanto isso, as exportações de semimanufaturados cresceram 15,9%, com destaque para açúcar em bruto, semimanufaturados de ferro/aço, ferro-ligas, ferro fundido e óleo de soja em bruto.

As importações, por sua vez, somaram US$ 4,503 bilhões na terceira semana do mês, com média diária de US$ 900,6 milhões, o que representou uma retração de 3,4% em relação à média apurada até a segunda semana de setembro (US$ 932,3 milhões). Segundo dados divulgados pelo MDIC, houve queda nos gastos com combustíveis e lubrificantes, aparelhos eletroeletrônicos, veículos automóveis e partes, adubos e fertilizantes e farmacêuticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.