Exportações apresentam crescimento histórico no 2º trimestre

As exportações apresentaram crescimentos históricos no Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre de 2003, mas não foram suficientes para reverter os efeitos negativos da queda do consumo das famílias sobre o desempenho da economia, segundo observou o coordenador de Contas Nacionais do IBGE, Roberto Olinto. No segundo trimestre, na comparação com igual período do ano passado, as exportações de bens e serviços cresceram 30,1%, a maior expansão da série histórica do PIB trimestral, iniciada em 1992. Na comparação com o primeiro trimestre deste ano, com ajuste sazonal ? descontando-se os efeitos específicos do período ?, as vendas externas no PIB cresceram 2,9% no segundo trimestre. Houve crescimento significativo das exportações também no primeiro semestre deste ano, com aumento de 25,3% ante igual semestre do ano passado. Ainda no primeiro semestre, na comparação com igual período de 2002, houve queda de 4,7% no consumo das famílias e redução de 5,4% na Formação Bruta de Capital Fixo (investimentos).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.