Exportações crescem 28,9% em 2003

As exportações brasileiras este ano estão quase 30% maiores que no mesmo período do ano passado. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, até a primeira semana de julho, encerrada na última sexta-feira, a média diária das vendas externas é de US$ 349,2 milhões, 28,9% maior que os US$ 271 milhões registrados em igual período de 2003.As importações também continuam crescendo. No acumulado do ano, a média diária das compras internas totaliza US$ 227,7 milhões. Valor 22,6% maior que no mesmo período de 2003 (janeiro-1ª semana de julho), quando a média diária foi de US$ 185,7 milhões.O superávit acumulado no ano totaliza US$ 15,320 bilhões ante US$ 10,744 bilhões de janeiro a primeira semana de julho do ano passado. As exportações chegam a US$ 44,005 bilhões e as importações, US$ 28,685 bilhões.Segundo dados do ministério, as exportações dos produtos manufaturados subiram 50,1%, principalmente por causa das vendas de laminados planos, calçados, aviões, motores para veículos, óleos combustíveis, autopeças, madeira compensada, veículos de carga e tratores. Os produtos básicos tiveram um aumento nas exportações de 10,6%, em função das vendas de minério de ferro, carne de frango, bovina e de peru, fumo em folhas, café em grão, mármore e granito e camarão congelado. Os semimanufaturados, no entanto, começaram o mês apresentando queda de 7% na média diária das exportações, com redução nas vendas externas de semimanufaturados de ferro e aço, óleo de soja em bruto, celulose , açúcar em bruto e alumínio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.