Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Exportações crescem e balança tem 2º melhor resultado do ano

Em julho, superávit comercial foi de US$ 3,3 bi, com recorde tanto das exportações como das importações

Reuters e Agência Estado,

01 de agosto de 2008 | 11h15

O superávit de US$ 3,304 bilhões da balança comercial de julho é o segundo melhor resultado do ano, perdendo apenas para maio, quando foi de US$ 4,073 bilhões. Mesmo assim, o superávit acumulado no ano de US$ 14,653 bilhões é 38,7% menor que o registrado no mesmo período do ano passado, quando o resultado foi de US$ 23,920 bilhões. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 1, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.    O superávit registrado em julho é resultado de US$ 20,453 bilhões em exportações (média diária de US$ 889,3 milhões) e de US$ 17,149 bilhões em importações (média diária de US$ 745,6 milhões). Segundo o ministério, os dois valores são recordes históricos.   Apesar dos bons resultados, na quinta e última semana de julho a balança amargou um déficit de US$ 123 milhões, o que reduziu o saldo acumulado no período. As exportações na última semana somaram US$ 3,178 bilhões, enquanto as importações atingiram US$ 3,301 bilhões.   Na comparação com julho de 2007, a média das exportações cresceu 38,6%, enquanto a média das importações aumentou 52,2%. Mas em relação ao mês anterior (junho), a média das exportações cresceu 0,4%, enquanto a média das importações caiu 1,4%. No acumulado em 12 meses, o superávit de 30,760 bilhões é 31,9% menor em relação ao período anterior, que foi de US$ 45,184 bilhões .

Tudo o que sabemos sobre:
Balança comercial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.