Exportações cresceram em todas as categorias, na semana

Com crescimento em todas as categorias de produtos, as exportações brasileiras na quarta semana de abril asseguraram o melhor resultado semanal do mês. Segundo dados divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a média diária das vendas externas na quarta semana subiu para US$ 403,3 milhões, apresentando um crescimento 33,1% acima da média acumulada até a terceira semana do mês, de US$ 303 milhões. As exportações de produtos básicos tiveram aumento de 58,2% no período, refletindo maiores vendas, principalmente, de soja em grão, minério de ferro, petróleo em bruto, café em grãos, fumo em folhas e carne de frango, bovina e suína. As exportações de produtos manufaturados cresceram no mesmo período comparativo 40,6%, com aumento nas vendas de celulose, produtos semimanufaturados ferro e aço, açúcar em bruto, ferro-ligas e ferro fundido. Já as exportações de produtos manufaturados tiveram um incremento na quarta semana de 22,4%, por conta das vendas de automóveis, suco de laranja, motores para veículos, calçados, óleos combustíveis e açúcar refinado. De acordo com os números do Ministério, as importações tiveram um aumento na quarta semana de 1% em relação à média acumulada nas três primeiras semanas do mês.Crescimento de 15,5%Os dados do Ministério do Desenvolvimento também mostram que as exportações brasileiras até a quarta semana de abril registram um crescimento de 15,5% em relação a abril de 2003. Nesse período comparativo, aumentaram as vendas de manufaturados (24,2%), semimanufaturados (15,1%) e produtos básicos (4,5%). Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o aumento das vendas de produtos manufaturados refletiu maiores vendas de aviões, produtos laminados de ferro ou aço, autopeças, motores para veículos, calçados, suco de laranja, tratores, bombas e compressores, madeira compensada, açúcar refinado e móveis. As exportações de produtos semimanufaturados estão apresentando crescimento em abril devido ao incremento das vendas externas de couros e peles, óleo de soja em bruto, alumínio em bruto, açúcar em bruto, ligas de alumínio e ferro-ligas, e semimanufaturados de ferro e aço. O aumento das vendas de farelo de soja, carne (bovina, suína e de frango), café em grão, milho em grão e camarão congelado puxou o crescimento das exportações de produtos básicos, segundo o Ministério do Desenvolvimento. Em relação a março deste ano, porém, as exportações acumuladas até a quarta semana de abril apresentam uma queda de 4,3%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.