Exportações da Petrobras cresceram 79,24% em 2001

A Petrobras aumentou suas exportações em 79,24% em 2001, atingindo receita de US$ 2,61 bilhões. Com isso, a estatal subiu para o posto de segunda maior empresa exportadora, atrás apenas da Embraer, que permaneceu no topo do lista. Em 2000, a Petrobras estava na terceira posição no ranking, que foi divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Nesse ano o segundo lugar era da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), que caiu no ano passado para o terceiro lugar, com um total de US$ 1,709 bilhão de exportações - 7,08% maiores do que em 2000.A Embraer, líder do ranking, exportou no ano passado US$ 2,897 bilhões, o que representou um crescimento de 7,23% em relação às vendas de 2000. Seguem-se no ranking do MDIC: Volkswagen, Bunge Alimentos, Companhia Siderúrgica de Tubarão, Cargill Agrícola e Motorola.As exportações da Embraer responderam sozinhas por 4,98% de todo o volume exportado pelo Brasil em 2001. Se por um lado foi a empresa que mais exportou no ano passado, a Embraer também foi a segunda maior importadora, atrás apenas da Petrobras. A estatal teve um gasto total de US$ 6,169 bilhões com as importações, e a Embraer, de US$ 1,843 bilhão.Apesar dos esforços do governo, o Brasil continua com uma base restrita de empresas exportadoras, o que é considerado pelos técnicos como um dos maiores entraves para o aumento das exportações do País.Apenas 101 empresas foram responsáveis por 54,52% de todas as vendas ao exterior em 2001. Esse pequeno grupo respondeu no ano passado por US$ 31,742 bilhões do total de US$ 58,22 bilhões exportados Juntas, elas representam somente 0,58% do total de 17.267 empresas que registraram exportações no ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.