Exportações das montadoras podem chegar a US$ 9 bilhões

O consultor André Beer estima que a indústria automobilística deverá ampliar as exportações este ano em pelo menos 10%, podendo chegar a US$ 9 bilhões. As vendas externas do setor em janeiro chegaram a US$ 600 milhões, mas as montadoras estão se preparando para exportar ainda mais, antecipou o consultor em entrevista ao programa Conta Corrente, da "Globo News". "As exportações tendem a crescer durante o ano e, a não ser que tenhamos sustos, as vendas externas da indústria automobilística deverão exceder os US$ 9 bilhões."Já o mercado interno deverá apresentar um crescimento de 5% este ano, graças sobretudo aos subsídios das próprias fábricas para manter os custos de financiamentos mais baixos. "O mercado interno ainda carece de melhor poder aquisitivo", disse André Beer. "Nós temos uma grande demanda reprimida no País. As indústrias, de um modo geral, estão até bem em volumes, faturando, mas os resultados financeiros não estão sendo satisfatórios."O consultor elogiou a captação de US$ 1 bilhão pelo Brasil, mas alertou que o real sobrevalorizado em relação ao dólar pode representar um problema futuro para o País. "A captação foi um sucesso que reflete as condições atuais, inclusive o fato de o dólar estar muito abaixo daquilo que seria o razoável", opinou André Beer. O consultor aproveitou ainda para queixar-se da "falta de atenção" com o setor produtivo. "Nós temos enfrentado uma situação esquisita: enquanto o setor financeiro está muito bem, com lucros elevados, a indústria de um modo geral não está tendo esse mesmo resultado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.