finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Exportações de autopeças puxam crescimento de faturamento

O faturamento real do setor de autopeças cresceu 2,1% no primeiro semestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o Sindipeças, sindicato responsável pelo segmento. Foram pesquisadas 48 empresas associadas à entidade, que representam 33% do faturamento total do setor. De acordo com o Sindipeças, o desempenho só foi possível - diante do fraco desempenho do setor automotivo no mercado interno - pelo aumento de 28% nas vendas externas, que chegaram US$ 2,25 bilhões durante o período de janeiro a junho. As importações também registraram alta, de 10%, para US$ 2,12 bilhões. Com isso, o superávit ficou em US$ 130 milhões. Ainda segundo a entidade, a ociosidade no final de junho era de 36%, mesmo porcentual registrado nos três meses anteriores. Apesar disso, o total de empregados no segmento recuou para 169,6 mil trabalhadores, contra 170,3 mil registrados em junho.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2003 | 14h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.