Exportações de carne bovina "in natura" crescem 71,42%

As exportações brasileiras de carne bovina "in natura" somaram 30.000 toneladas em janeiro último, 71,42% acima das 17.500 toneladas de janeiro de 2001, segundo dados preliminares da Secretaria de Produção e Comercialização do Ministério da Agricultura e Abastecimento. O levantamento do ministério foi feito com base em dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) e do Departamento de Comércio Exterior (Decex). Os dados não indicam o volume exportado em equivalente de carcaça. Segundo o ministério, o crescimento das exportações de carne bovina industrializada foi menor. Em janeiro de 2002, os frigoríficos brasileiros exportaram 11.500 toneladas de carne bovina industrializada, 8,49% acima das 10.600 toneladas de janeiro de 2001, de acordo com o ministério. No total, o Brasil vendeu 41.500 toneladas de carne bovina em janeiro deste ano, ante 28.100 toneladas em janeiro de 2001, mostram os números preliminares."O resultado de janeiro é muito bom e indica que as exportações mantêm o ritmo de 2001", avalia o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec), Edivar Queiroz. Apesar do resultado positivo, Queiroz lembra que a volta da Argentina ao mercado internacional como fornecedor de carne bovina pode "provocar ligeiras modificações no volume exportado pelo Brasil".A União Européia retomou as importações de carne bovina da Argentina em 1º de fevereiro. As compras estavam suspensas desde março de 2001, quando foram registrados focos de febre aftosa no rebanho bovino da Argentina. "Não sei se a Argentina terá condições de financiar suas exportações de carne bovina", diz o presidente da Abiec.Queiroz lembra que a Abiec prevê exportações de 850 mil toneladas de carne bovina em 2002, com receita cambial de US$ 1,5 bilhão. Nota da Secex informou que a receita cambial obtida com as exportações de carne bovina "in natura" foi 61,1% em relação a janeiro de 2001. Em janeiro de 2002, a receita cambial obtida com a venda de carne "in natura" somou US$ 58 milhões, ante US$ 36 milhões em janeiro de 2001. A Secex não divulgou os dados da receita cambial da carne bovina industrializada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.