Exportações de carne voltaram a cair na 3ª semana de outubro

As exportações de carne voltaram a cair na terceira semana de outubro, segundo os dados divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. A média diária caiu de US$ 35,4 milhões na segunda semana do mês para US$ 32,0 milhões.Na primeira semana, quando os focos de aftosa no Mato Grosso do Sul ainda não tinham sido confirmados, a média diária das exportações de carne foi de US$ 46,1 milhões. Ainda assim, no mês, a média diária das exportações de carne é de US$ 38 milhões, 37% superior a de outubro de 2004.Exportações recuaramOs dados do Ministério do Desenvolvimento mostram que as exportações totais também caíram na última semana. A média diária das exportações caiu de US$ 529,8 milhões na segunda semana do mês para US$ 495,2 milhões na terceira semana de outubro, com queda nos embarques das três categorias de produtos. Entre os básicos, além de carnes, caíram as vendas de soja em grão, farelo de soja e petróleo em bruto.No mês, as exportações crescem 19,9% na comparação com a média diária de outubro de 2004, de US$ 442,2 milhões. Os básicos tiveram um incremento de 40,0%, por conta de minério de ferro, soja em grão, carne suína e de frango, petróleo em bruto e café em grão.As exportações de semimanufaturados subiram 20,6% puxadas por alumínio em bruto, óleo de soja em bruto, celulose, madeira serrada e ferro-ligas. Os embarques de manufaturados cresceram 9,0%, principalmente, gasolina, ônibus, laminados planos, tratores, aparelhos transmissores e receptores, veículos de carga, açúcar refinado, óleos combustíveis e autopeças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.