Exportações do agronegócio superam US$ 50 bi

Pela primeira vez, as exportações brasileiras de produtos agrícolas ultrapassaram em 12 meses a marca dos US$ 50 bilhões. De acordo com dados divulgados na segunda-feira, 12, pelo Ministério da Agricultura, entre fevereiro de 2006 e janeiro de 2007, as vendas externas de produtos agrícolas renderam US$ 50,263 bilhões, resultado que supera em 14,4% o exportado no período anterior (entre fevereiro de 2005 e janeiro de 2006). As importações do setor cresceram 30,6% no acumulado de 12 meses até janeiro, com gastos de US$ 6,818 bilhões. Como resultado, o superávit comercial acumulado nos 12 meses foi de US$ 43,445 bilhões.Em nota distribuída por sua assessoria de imprensa, o ministro da Agricultura, Luís Carlos Guedes Pinto, lembrou que as exportações do setor somaram US$ 3,772 bilhões em janeiro, crescimento de 28,7% em relação a igual período do ano anterior. As importações chegaram a US$ 611,7 milhões (expansão de 25,1%), gerando superávit de US$ 3,160 bilhões.Tanto o valor das exportações quanto o superávit comercial são recordes históricos para meses de janeiro. As vendas externas de açúcar e álcool (113,2%), sucos de frutas (133,5%), café (41,6%) e carnes (13,5%) incrementaram as exportações no mês de janeiro. Com exportações de US$ 715 milhões, o setor de carnes liderou as vendas, mas o aumento do preço e da quantidade exportadas pelo complexo sucroalcooleiro levaram o setor a mais que dobrar as vendas, passando de US$ 325 milhões para US$ 693 milhões em janeiro deste ano.Segundo o ministério, a quantidade de açúcar exportado aumentou 77%, enquanto o preço do açúcar bruto aumentou 17% e o do açúcar refinado, 10%. Em janeiro, o volume exportado de álcool cresceu 110%, com preços 32% superiores em relação ao mesmo período do ano anterior. No que se refere aos destinos das exportações do agronegócio em janeiro, o mapa do ministério destaca o crescimento dos valores exportados para Oriente Médio (75,8%), União Européia (37,9%), África (30,5%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.