Exportações não-petrolíferas da Cingapura crescem 1,6%

As principais exportações da Cingapura registraram forte crescimento em abril, à medida que os embarques para Europa e China compensaram a queda no comércio com os Estados Unidos, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira pelo governo.As exportações não-petrolíferas cresceram 1,6% em abril, em comparação com março, em termos ajustados sazonalmente, disse a Agência de Promoção Comercial Enterprise Singapore, em comunicado.A alta reverteu uma contração de 2,6% no mês anterior e superou as previsões dos analistas ouvidos pela Dow Jones Newswires de uma queda de 0,1%.Os dados indicam que as nações asiáticas ainda podem registrar um modesto crescimento mesmo com o enfraquecimento da demanda norte-americana.As exportações para os Estados Unidos - o maior mercado exportador da Cingapura - caíram 16,9% em abril, ante o mesmo período do ano anterior, depois de recuar 27,5% em março. A contração ocorreu por causa da queda nos embarques de itens eletrônicos e não-eletrônicos.Mas os embarques para a União Europa cresceram 16,9% no mês passado, revertendo uma queda de 23,8% em março, com o crescimento dos embarques de produtos eletrônicos e não-eletrônicos.As vendas externas para a China também aumentaram, com ganho de 19,2%, depois de registrarem queda de 6,3% em março. No geral, as exportações de bens eletrônicos caíram, com os embarques de itens de consumo subindo mais que as volumosas exportações de semicondutores.As exportações de não-eletrônicos apresentaram expansão, puxadas pela alta nos embarques de produtos petroquímicos.No geral, as exportações não-petrolíferas subiram 5,4% em abril, em comparação com o mesmo mês do ano passado, acima das previsões dos analistas de uma alta de 1,4%. Os embarques não-petrolíferos caíram 5,9% em março, em comparação com o mesmo período de 2007. As informações são da Dow Jones

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.