Exposição do Bradesco à Petrobrás pode alcançar R$ 12 bi

Em relatório, o banco UBS estimou que 2% do total de empréstimos em carteira do Bradesco estavam comprometidos com a estatal

O Estado de S. Paulo

20 de abril de 2015 | 23h30

Em relatório divulgado no início do mês passado, a agência de risco Moody’s já considerava que os bancos públicos poderiam socorrer a Petrobrás. A exposição do Bradesco à estatal também chamou a atenção. O valor poderá chegar a R$ 12 bilhões com o novo financiamento. 

Num relatório, em fevereiro, o banco UBS estimou (com base em dados de dezembro) que 2% do total de empréstimos em carteira do Bradesco estavam comprometidos com a Petrobrás. Pela carteira de crédito expandida, isso dá R$ 9,1 bilhões, além dos R$ 3 bilhões contratados na sexta.

O Bradesco não comentou as informações sobre os financiamentos concedidos à companhia estatal.

Mais conteúdo sobre:
BradescoPetrobrás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.