Exposição do fundo em renda variável deve cair

Previ irá redirecionar os investimentos de seus planos, elevando a participação de seus planos para renda fixa

O Estado de S.Paulo

22 Fevereiro 2015 | 02h05

O fundo de pensão Previ está começando a redirecionar os investimentos de seus dois planos - Plano 1 e Previ Futuro - para reduzir aos poucos sua exposição em renda variável e elevar participação em renda fixa e investimentos no exterior.

Atualmente, o Plano 1 tem quase 60% de seus ativos (de R$ 170,3 bilhões) em renda variável, 32% em renda fixa, outros 6% em ativos imobiliários e o restante pulverizado em investimentos estruturados, no exterior, além de empréstimo e financiamento. Esse plano contempla quase 117 mil participantes, dos quais quase dois terços já aposentados.

O Previ Futuro, com 82,2 mil participantes, tem ativos da ordem de R$ 5,5 bilhões e poderá ter um perfil mais agressivo de investimentos. Do total de participantes, apenas 250 deles estão aposentados. No mix de investimentos, contudo, quase 50% está em renda fixa e 35% em renda variável.

O plano mais jovem da Previ investe nas mesmas empresas que o plano maduro, mas em proporção menor.

Com a expectativa de maior austeridade nas decisões de investimentos futuros, a entrada em novas empresas será estudada caso a caso, diz Marco Geovanne Tobias da Silva, diretor de participações do fundo de pensão.

Poupança. Para o especialista em fusões e aquisições Paulo Furquim, professor de economia e negócios do Insper, as atuais diretrizes da Previ, com maior conservadorismo nos investimentos, atende mais à expectativa dos participantes que contribuem para o fundo de pensão. "Volatilidade é risco de perdas, mas também de ganhos. Mas o perfil desses participantes é de não correr riscos. A Previ, por um tempo, atuou como um braço público, mas não é o que se espera de um fundo de pensão." /M.S.

Mais conteúdo sobre:
O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.