Fábrica da Poliflor é multada por maquiagem

O Ministério da Justiça decidiu ontem multar em R$ 1 milhão a empresa Reckitt Benckiser, fabricante da cera líquida Poliflor, por ter reduzido a quantidade do produto sem comunicar aos consumidores e mantendo o mesmo preço. De acordo com o diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), Roberto Freitas Filho, a empresa terá dez dias para recorrer da decisão, mas até a noite de ontem não havia recebido ainda a notificação oficial.Na semana passada, o governo aplicou multas aos fabricantes de biscoitos Todeschini e Danone pelo mesmo motivo. Além de pagar R$ 1,6 milhão em multas, as empresas também terão de divulgar todas as modificações realizadas em suas mercadorias. Para o secretário de Direito Econômico, Paulo de Tarso Ribeiro, as justificativas não convenceram. "Os esclarecimentos não foram suficientes", explicou.Os supermercados serão convocados para uma reunião, informou Roberto Freitas Filho, para explicar qual a participação que tiveram no caso da maquiagem dos produtos. "Os supermercados são considerados fornecedores e teriam, no mínimo, de alertar os fabricantes sobre a necessidade de informar as pessoas", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.