Fabricantes lançam ar-condicionado econômico

Empresas fabricantes de aparelhos de ar-condicionado querem recuperar os prejuízos decorrentes da queda nas vendas verificada nos primeiros meses de racionamento e agora lançam no mercado modelos que permitem economizar de 40% a 60% de energia.As principais novidades desse setor serão apresentados durante a 12.ª Febrava - Feira Internacional da Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento do Ar, que será realizada de 2 a 5 de outubro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.Segundo o presidente da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava), Pedro Evangelinus, as novas tecnologias utilizadas para reduzir o consumo de energia elétrica serão o grande destaque do evento. "O desempenho desses produtos é o mesmo, mas a economia pode chegar a 60%", garante.Outra tendência são os equipamentos que trabalham com aquecimento solar. A expectativa do setor é a de crescer 127% este ano. Atualmente, esses equipamentos representam 0,5 % do faturamento total do setor, que atingiu R$ 6 bilhões em 2000.FreqüênciaA fabricante de ar-condicionado Hisen vai lançar um modelo que permite redução de 60% no consumo de energia. Segundo o diretor de Negócios Internacionais, Luiz Murro, o aparelho trabalha com um sistema de freqüência variável que gasta bem menos energia do que os modelos tradicionais. O preço médio do produto será de R$ 1,5 mil.Os fabricantes também encontrarão novidades na área de isolamento térmico. A Kaimann vai mostrar toda sua linha de produtos com destaque para o sistema de isolamento para a engenharia climática e de refrigeração. Informações: (0xx11) 3826-9111

Agencia Estado,

27 de setembro de 2001 | 09h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.