Fabricantes negam desabastecimento

A Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip) diz que o setor está preparado para atender a demanda do mercado. "Não há falta de pneus. Para quem paga, tem", diz o presidente da entidade, Eugenio Deliberato. Segundo ele, as montadoras estão ampliando pedidos por causa do aumento das vendas, mas querem redução de preços. Empresas como CNH e Fiat afirmam ter veículos incompletos nos pátios e recorreram à importação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.