John Linn/Divulgação - 03/11/2011
John Linn/Divulgação - 03/11/2011

Fabricantes querem regulamentar uso de ‘veículos recreativos’

Segmento formado principalmente por quadriciclos deve vender 7,5 mil unidades neste ano

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

06 de julho de 2021 | 14h18

Uma nova categoria de veículos chamados de recreativos passa a fazer parte da Associação Brasileira de Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa). As novas associadas são a Polaris, CFMoto e BRP, todas fabricantes e importadoras de quadriciclos.

Um dos objetivos das três empresas é trabalhar em conjunto com a Abeifa em um projeto de regulamentação desse tipo de veículo, hoje permitido apenas para usos fora de estrada, como em trilhas. “Por que não (ter) regulamentação para, por exemplo, acessar estradas vicinais e regiões próximas de centros urbanos”, questiona Fernando Alves, diretor da BRP. 

Segundo ele, esse segmento vem crescendo desde o início da pandemia e deve vender este ano cerca de 7,5 mil veículos, número que “pode crescer entre oito a dez vezes nos próximos anos”. O crescimento, informa Alves, se deve à redução de viagens ao exterior e maior procura pelo turismo local. 

O presidente da Abeifa, João Henrique Oliveira, afirma que outras categorias poderão se filiar à entidade, como e de importadores e fabricantes de produtos de mobilidade sustentável. 

As vendas de veículos importados ou produzidos localmente pelas 13 empresas ligadas à Abeifa cresceram 48% no primeiro semestre em relação a igual período de 2020, somando quase 35 mil unidades. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.