finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Faça pesquisa de tarifas bancárias

As tarifas bancárias - taxas cobradas pelo uso dos produtos e serviços bancários - costumam ser diferentes de banco para banco. Cada instituição fixa suas tarifas de acordo com tipo de clientela que quer atender, os serviços diferenciados que oferece, etc. Diversos bancos seguem, ainda, uma política de diminuição progressiva das tarifas de acordo com o grau de relacionamento do cliente (número de produtos e serviços adquiridos). Em alguns casos, o desconto chega a até 100% dos custos tarifários, a partir de um certo volume de investimentos.Comparar as tarifas cobradas pelas diferentes instituições pode trazer alguma economia para o consumidor. Mas não basta comparar apenas o custo de cada serviço individualmente. O melhor é ver o custo de uma cesta de tarifas que corresponda ao uso que o cliente faz do banco. Nesse sentido, uma dica para a pesquisa é verificar as políticas de pacotes de tarifas das instituições. As tarifas pagas separadamente são sempre mais caras que os pacotes.O site do Banco Central traz uma pesquisa das tarifas bancárias. No acesso por posição consolidada, é possível ver as informações sobre preço máximo, mínimo e médio do mercado por cada serviço, permitindo que o usuário tenha uma idéia de como seu banco está posicionado em relação aos demais. E no acesso por instituição, estão discriminados os valores máximos que cada um dos bancos cobra por serviço, de forma que o usuário possa verificar o nível de relacionamento que tem com o banco.Ainda no site do Banco Central, a pesquisa de Serviços fornece um ranking das tarifas de todos os bancos. Esta é a pesquisa mais fácil para avaliar qual a posição de sei banco em cada tarifa.Veja nos links abaixo outras informações sobre produtos e serviços bancários e suas tarifas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.