Facebook ajusta reconhecimento facial

O Facebook facilitou o procedimento para que usuários desativem o recurso de reconhecimento facial em fotografias publicadas no site, um esforço para responder a críticas de que a empresa teria violado a privacidade de internautas. O desenvolvimento da tecnologia de sugestões de marcação - cujo objetivo é acelerar o processo de marcar amigos em fotografias - renovou questionamentos sobre a forma como a maior rede social do mundo, de 750 milhões de usuários, lida com a privacidade de usuários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.